Sem categoria

Ter um blog ou não, eis a questão

Essa é uma dúvida cruel que vem me perseguindo nos últimos anos. Ok, não é uma dúvida existencial, daquelas sérias, mas era uma pulga que ficava ali, atrás da minha orelha…

Adoro viajar, e graças a excelentes blogs de viagens em família, e a força e inspiração de alguns blogueiros em especial, descobri que era possível continuar a dar asas a minha imaginação viajante, mesmo com filhos. E mais, que a experiência de viajar com crianças nos trás uma dimensão totalmente nova nas descobertas, já que crianças são exploradores por natureza… É só dar um pouquinho de corda que eles vão, e nos levam junto, pro mundo da imaginação e da exploração!

E eu amei isso! Acho até que me viciei nisso! Nesses momentos incríveis em família… E passei a querer mais e mais…

Amo sonhar com as viagens, planejar as viagens, organizar as viagens, preparar as crianças, e claro, colocar em prática. E descobri que também amo contar, dividir, e estimular mais pessoas, mais mães e pais a se jogarem nesse mundo maravilhoso de viajar em família.

Poderia continuar escrevendo posts para os blogs incríveis de viagens de familia como já fiz algumas vezes… Mas acho que em partes quero um pouco mais do que isso… Quero a liberdade de poder escrever o quanto e como eu quero, de poder ter meu estilo. De contribuir como posso, e ajudar como fui ajudada.

Mas ter um blog é mais do que isso, exige um comprometimento, comigo e com os leitores. Uma certa freqüência nos posts. E isso não sei se consigo com essa vida maluca. Vida maluca de profissional que trabalha mais de 8h por dia, tem mais aproximadamente 4h de deslocamento para e do trabalho, de mulher e de mãe trigêmeos em fase escolar… Dias de semana ultra corridos, com menos horas de sono do que gosto, e finais de semana recheados de compromissos domésticos (supermercado, hortifruti, etc), infantis (festinhas, etc), e escolares (dever de casa, leitura, etc).

Mas como essa ideia insiste em povoar minha mente, e a decisão de coloca-la em pratica não tem que ser definitiva, vou tentar. Com afinco, com amor, ou seja, da forma como costumo enfrentar meus desafios. E veremos se floresce…

Torço pra que sim!

8 thoughts on “Ter um blog ou não, eis a questão”

  1. Helen,
    Adorei a novidade!
    Muito feliz de conhecer vcs, mesmo que virtualmente, e acompanhar as aventuras desse trio.
    A gente sempre consegue, viu? Tenho certeza que vai tirar de letra.
    Beijão e muitas novas aventuras

    Curtir

  2. Oi Helen, que alegria ver que vc virou “uma de nós” oficialmente!
    Com certeza vcs e suas viagens serão inspiração para muitas famílias por aí, especialmente as de múltiplos! Para quem acha que, só o fato de fazer a mala já é trabalhoso, imagina fazer mala para 3, ou ainda 5, kkkk… É muito bom ter o nosso espaço e poder colocar em palavras e imagens o que a gente acredita valer a pena espalhar por aí. Com certeza o “Ninho de Jiripoca” vai ser muito gratificante.
    Desejamos sucesso nessa nova casa virtual!
    Um beijo grande dos 4 Ases 😘

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s