Grutas de Mira de Aire: uma opção diferente e divertida para um bate e volta de Lisboa

grutas mira de aire com crianças 04 - Grutas de Mira de Aire: uma opção diferente e divertida para um bate e volta de Lisboa

As Grutas de Mira de Aire são um complexo de cavernas calcárias, localizadas em Mira de Aire, conselho de Leiria. É uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal!

O complexo, formado pela Gruta Moinhos Velhos, Gruta da Pena e Gruta da Contenda soma 11km de comprimento! Incrível!

Incluímos a visita as Grutas de Mira de Aire no mesmo dia em que fomos visitar Fátima. Achamos excelente mesclar dois programas bem diferentes, e localizados tão próximos. A visita foi feita em um bate e volta de São Domingos de Rana, ao lado de Lisboa, onde estávamos hospedados.

Para ver nosso Roteiro de 13 dias em Portugal, com link para os demais posts dessa viagem acesse esse link.
Para ver o post do nossa visita a Fátima acesse esse link.

Localização

As Grutas de Mira de Aire estão localizadas no Parque Natural da Serra de Aires e Candeeiros.

Estão localizadas a 115km de Lisboa e podem facilmente ser visitadas em um bate e volta saindo de Lisboa, e conjugadas com alguma outra cidade da região, como Fátima, Leiria, Batalha ou Tomar. Ou podem ser visitadas em uma parada estratégica na rota pro norte do pais, pra Porto, Aveiro, Coimbra, etc.

mapas

Localização das Grutas de Mira de Aire

Historia das Grutas

As Grutas de Mira de Aire foram descobertas no final da década de 1940 e logo atraíram a atenção dos espeleólogos (especialistas em cavernas) portugueses em função da grande dimensão do primeiro salão descoberto, sem nenhuma comparação com o que era conhecido em termos de cavernas em Portugal naquela época.

No final de 1940 e nas décadas de 50 e 60, várias expedições foram realizadas para o mapeamento das grutas, contando inclusive com acampamentos subterrâneos. E, nessa época, os equipamentos utilizados eram bem rudimentares: cordas, guinchos de madeira… Lanternas com led, nem pensar… Rsrsrs

Na década de 70 iniciaram a organização de passarelas de madeira adaptando a estrutura para visitação das grutas, que foram abertas pra visitação em 1974.

Posteriormente a estrutura para visitação foi sendo melhorada, até aquela que encontramos hoje.

Paralelamente as atividades de pesquisa e mapeamento continuaram sendo desenvolvidas, possibilitando um enorme conhecimento sobre esse complexo de grutas.

Estrutura e ingressos

A estrutura para visitação da Gruta Moinhos Velhos é muito boa! Fomos com as crianças e achamos tudo bem tranquilo.

Logo na chegada a área conta com um estacionamento grande e gratuito. A bilheteria fica na área de entrada, que conta ainda com banheiros, uma lanchonete, uma lojinha onde são vendidos alguns souvenires, uma área externa com árvores e bancos, um lago com gansos, e alguns recintos com alguns animais domésticos em exposição. Ao lado existe também um parque aquático, com piscinas e tobogãs, que é pago a parte.

Na área de saída das grutas tem uma outra lojinha, banheiros e um restaurante.

No site das Grutas de Mira de Aire podem ser encontrados os valores dos ingressos, dias e horários de visitação.

Conhecendo as Grutas de Mira de Aire

Logo na chegada compramos os ingressos e aguardamos uns 30 minutos até o inicio do passeio com o próximo grupo. Os passeios são guiados, então a menos que tenha muita sorte, vai ser necessário aguardar um pouco para iniciar o passeio.

Na hora do nosso passeio fomos acomodados em um auditório onde foi feita a apresentação de um vídeo que conta um pouco da história da descoberta das Grutas de Mira de Aire, a formação geológica delas, e as pesquisas feitas. É bem interessante pra introduzir um pouco o que vem pela frente!

Assim que acabou o vídeo nossa guia nos chamou, explicou um pouco sobre como seria o passeio e ele iniciou.

A estrutura por dentro da gruta é excelente! O caminho é todo de cimento, com muretas ou corrimão. Achamos bem seguro com as crianças. Só é necessário ficar atento com os degraus, já que o caminho é todo caverna abaixo, com muitos degraus mesmo! E apesar de existir iluminação, ela não é intensa. Já adianto que é impossível ir com carrinho, então, com criança pequena aposte em um sling ou canguru, assim você fica com as mãos livres para apoiar nos corrimões. O passeio também não é nada indicado para pessoas com dificuldades de locomoção pelo mesmo motivo citado acima.

Mas com nosso trio, com 8 anos, achamos bem tranquilo mesmo!

A estrutura para a visitação nas Grutas de Mira de Aire é muito boa!

Ao longo do percurso a guia vai parando e explicando sobre as formações na caverna, como elas se formam, etc. É bem interessante! Mas ao longo do percurso as escadarias foram nos deixando pra trás no grupo, e nem sempre conseguimos ouvir as explicações. Se você não quiser perder nada, a dica é ir descendo rapidinho, colado na guia, pois ela não espera todos chegarem pra começar a explicação.

Os salões que atravessamos durante a visita são imensos! Muito altos e amplos mesmo! E as formações são bem interessantes e a iluminação ajuda a ressaltar a beleza delas. Em diversos pontos passamos por quedas de água e poços, que são bem bonitos!

O percurso é feito por um trecho de 600m, e chega-se até 130m de profundidade, após descermos 683 degraus! Pelo menos é o que dizem! Não contei… Mas são muitos mesmo!

No final do passeio passamos por uns espelhos dágua com chafarizes e chegamos a um grande elevador, que nos levou de volta a superfície.

Diversas formações que podem ser vistas durante a visita as Grutas de Mira de Aire

Na saída do elevador, atravessamos uma sala que é um mini museu com exposição de pedras encontradas nas Grutas de Mira de Aire e em outros locais do mundo. As crianças adoraram, já que são fascinadas por pedras! Logo em seguida passamos pela lojinha, já na saída do complexo. Após comprarmos algumas pedras semipreciosas com as crianças e usarmos os banheiros, saímos do prédio em direção ao estacionamento.

O caminho, de aproximadamente 1km, é pelas ruas mesmo, morro acima, já que descemos bastante por dentro da gruta. Conforme nos indicaram, fomos seguindo a linha azul pintada no chão, até chegar ao estacionamento. Com o calor e o sol, essa parte do trajeto foi um pouco cansativo, mas nada impossível.

Após o passeio nas Grutas de Mira de Aire seguimos até Pia da Ursa para almoçar, e de lá fomos pra Fátima, conhecer o Santuário.

Achamos o passeio ótimo! Uma excelente oportunidade de mostrar uma caverna para as crianças com todo conforto e tranquilidade! Um passeio excelente pra fazer com as crianças, mas que também é bem interessante para os adultos!

Nossas Dicas

– dentro da gruta a temperatura é bem mais fresca, então conte com isso e leve um casaquinho. Fomos no auge do verão então não chegamos a nos incomodar, mas principalmente em outras épocas é bom ir preparado!

– como são muitas escadas e depois tem o caminho de retorno ao estacionamento, usar um calcado confortável é indispensável!

– se for no verão, não esqueça de levar chapéu e/ou protetor solar. O caminho da saída da gruta até o estacionamento quase não tem sombras.

– se for com crianças pequenas, deixe o carrinho no carro já que não é possível usa-lo no passeio.

– fique atento no caminho dentro da gruta! São muitas escadas, alguns trechos são úmidos e a iluminação é fraca.

Veja também:

2 Respostas para “Grutas de Mira de Aire: uma opção diferente e divertida para um bate e volta de Lisboa”

  1. Adoro dicas de bate e volta de cidades turisticas. Adoro Portugal e já estive lá 2 vezes mas quero voltar e essa é uma boa e diferente dica, Beijocas

    1. Lilian, gostamos muito desse passeio! Até porque fica diferente dos outros destinos de Portugal e varia um pouco o roteiro… Bjos!

Deixe uma resposta