Passeio de barco privado com crianças em Paraty
Paraty

Passeio de barco privado com crianças em Paraty

Como não podia deixar de ser, um dos passeios definidos a priori, assim que acertamos a viagem pra Paraty no feriado Páscoa, foi o de barco por ilhas e praias de lá.

Para saber sobre nossa hospedagem em Paraty acesse aqui. Durante nossos dias em Paraty fizemos também um passeio delicioso a Praia de Paraty Mirim e na volta conhecemos a estrada Paraty-Cunha.

Esse passeio é super tradicional e pode ser feito em diferentes tipos de barcos, de acordo com o número de pessoas que está viajando junto. O mais comum é se encaixar em uma das escunas que saem cheias de turistas, e que, em geral visitam duas praias e duas ilhas, e servem as refeições no próprio barco. Nosso primeiro passeio de barco por lá, ainda antes das crianças nascerem, foi assim, e até gostamos.

Mas dessa vez estaríamos em varias pessoas e, considerando algumas pesquisas que fiz, achei que seria melhor tentarmos experimentar uma opção mais “intimista”.

Conversei com minha amiga que mora em Paraty e ela pegou algumas dicas com um amigo que é guia turístico e foi visitar alguns barcos.

Acabamos fechando um passeio particular com a traineira Meu Refúgio, que foi perfeita pro nosso grupo: eu, Fernando e as crianças, uma das minhas enteadas, Louise, o noivo Nelson e um casal de amigos deles (os 4, por coincidência, também marcaram a viagem pra Paraty para a mesma época, e só descobrimos duas semanas antes), minha amiga Aline, o marido Michel e o filho Guilherme, de 11anos, e mais um casal, sobrinhos do Michel. No total fomos 10 adultos e 4 crianças.

Um barco pra chamar de nosso em Paraty

O Meu Refúgio comporta 20 passageiros, e pagamos 700 reais por aproximadamente 5h de passeio. O barco conta com bancos na proa, na popa e uma área com almofadas acima da cabine, banheiro, uma mesa pequena com 2 cadeiras e churrasqueira, além de um cooler. Eles fornecem ainda, uma cesta de frutas de cortesia.

Quando fechamos o passeio eles falaram que tínhamos a opção de levar as bebidas, ou eles poderiam disponibilizar no barco pra venda, e para o almoço poderíamos parar em um dos restaurantes disponíveis em alguma das praias, ou poderíamos levar as coisas e usar a churrasqueira. Como alguns integrantes do nosso grupo se dispuseram a pilotar a churrasqueira, optamos por comprar as bebidas e comes (carnes, lingüiça, queijo coalho e pão de alho) e fazer no barco.

O dono do barco também nos deu algumas opções de roteiro e de praias pra parar e acabamos escolhendo algumas ilhas e praias não muito longe para evitar longos períodos de deslocamento, além de termos o objetivo de “fugir” das praias mais badaladas nos passeios de escuna.

As paisagens ao longo do passeio

Nos encontramos as 10h da manhã no cais turístico de Paraty e, após carregarmos o barco e embarcarmos, seguimos em direção a nossa primeira parada, a Ilha da Bexiga, que recebeu esse nome pois durante um surto de varíola as pessoas doentes eram mandadas pra lá para não espalharem a doença na cidade. Nesse local a traineira foi ancorada, e descemos andando pela água, numa profundidade de uns 80cm. Subimos até as ruínas do forte que existe no local, na parte mais alta da lha, e de onde se tem uma linda vista da baia. Após andarmos um pouco por lá, voltamos pro barco e navegamos até a Praia de Jurumirim, vendo diversas outras ilhas no caminho.

A Ilha da Bexiga, nossa primeira parada

A Praia de Jurumirim fica na ilha que onde o Amyr Klink tinha residência e foi dessa praia que ele partiu para algumas de suas viagens. Quando chegamos lá já tinha alguns barcos e escunas parados, mas em função das suas águas calmas e do calor, optamos por parar um tempo para um mergulho. Infelizmente em função das chuvas dos dias anteriores a agua estava um pouco turva em todos os lugares por onde passamos, mas ainda assim a cor do mar impressionava.

Um pouco antes de sairmos da Praia de Jurumirim nosso comandante acendeu a churrasqueira e colocamos os primeiros “petiscos” pra assar durante o deslocamento até a próxima parada.

A Praia de Jurumirim

Após navegarmos por um tempo paramos novamente no aquário natural na Ilha da Pescaria. Infelizmente a agua estava bem turva e vimos bem poucos peixes. Mas a parada foi ótima pra refrescar e para comermos um pouco.

Dai seguimos mais um tempo navegando, já com a água um pouco mais mexida e o céu nublando bastante, até a Praia da Lula. Deixamos essa praia por ultimo exatamente porque ela é linda e bem utilizada pelas escunas, de forma que em geral fica mais vazia mais tarde. Infelizmente o tempo não foi nosso parceiro e, apesar dela estar bem vazia já estava ventando e poucos do grupo se animaram de entrar na água. As crianças, particularmente, saíram da agua na Ilha da Pescaria tremendo e pediram pra colocar a roupa, e nem cogitaram entrar novamente na agua na Praia da Lula.

A Praia da Lula

Dai retornamos navegando até o cais de Paraty onde finalizamos o passeio.

O barco era confortável, o comandante bem simpático, pudemos escolher a trilha sonora do passeio (\o/), levamos nossas comidas e bebidas… O único ponto meio negativo ficou por conta do clima, que não ajudou muito. Até fez sol até o meio do dia, mas depois nublou bem e ventou, e a agua estava um pouco turva. Mas mesmo assim o passeio pela baia de Paraty é lindo!

A estrutura do barco também foi perfeita! E não sentimos nenhum cheiro de diesel durante o passeio! E confesso que esse era um medo meu pois uma vez fiz um passeio com uma traineira pequena na Ilha Grande e o cheiro de diesel queimado era insuportável e deixou todo mundo enjoado…

As crianças se comportaram muito bem! Durante os deslocamentos eles ficaram sentados na proa, vendo o caminho, e nas paradas colocávamos os coletes infláveis (daqueles de piscina) neles. Fiquei mais segura assim, apesar deles já estarem começando a nadar…

As crianças durante o passeio

Alguns integrantes do nosso grupo também levaram varas de pesca e aproveitaram os deslocamentos pra (tentar) pescar.

O passeio foi super aprovado por todos!!!

* Não tivemos nenhum desconto no passeio com o Meu Refúgio. Se tiver interesse, o contato da Cida e Cristiano, proprietários do barco é 24 99956-3005 e 24 99944-9124.

4 thoughts on “Passeio de barco privado com crianças em Paraty”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s